O que seu deputado fez no primeiro semestre?

O que seu deputado fez no primeiro semestre?

O que seu deputado fez no primeiro semestre?

Paula Belmonte presta contas dos primeiros seis meses como deputada federal

Antes de qualquer coisa, vale a observação: no primeiro semestre, Paula Belmonte foi a parlamentar mais econômica do Congresso. Ela praticamente não gastou a cota parlamentar a que os deputados tem direito.

 

Que comece a retrospectiva! Breve resumo de alguns dos melhores momentos do semestre… 

27 de março de 2019

O Plenário da Câmara aprovou o projeto de lei que prorroga o início da licença-maternidade das mães cujos bebês ficam internados, após o nascimento, por mais de três dias.  A proposta segue agora para votação no Senado. “É muito importante que a gente deixe claro que isso não tem ônus nenhum, nem para o empregador, nem para o estado”, explicou a Paula Belmonte.

 

 

27 de março

Paula Belmonte se tornou vice-presidente da Comissão Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investiga irregularidades nos atos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) relacionados à internacionalização de empresas brasileiras, entre 2003 e 2015.

 

 

 

3 de maio

Paula Belmonte participou de reunião com os órgãos competentes para cobrar duplicação da BR-080. A pista que liga Taguatinga a Brazlândia é conhecida como Rodovia da Morte.

 

 

 

 

8 de maio

Paula Belmonte assumiu o mandato com a intenção de mobilizar o Brasil a favor das crianças. Pensando nos próximos anos, apresentou o Projeto de Lei nº 2721/2019, que propõe Biênio da Primeira Infância no período de 2020 a 2021. A ideia é realizar uma série de atividades, como publicações, seminários, audiências e criar políticas públicas envolvendo famílias, organizações e a sociedade civil.

 

 

16 de maio

Esteve em reunião com o ministro da Educação Abraham Weitraub, em busca de respostas para o contingenciamento nas universidades públicas. O assunto é delicado. Por isso, Paula esteve pessoalmente no ministério para entender o motivo e a necessidade da redução nos investimentos. “Devemos tratar com responsabilidade, sem ideologias”, disse a deputada à época.

 

 

 

Uma pausa para citar os privilégios políticos aos quais Paula Belmonte abriu mão.

Continua…

22 de maio

Paula Belmonte repudiou a postura do ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do BNDES, Guido Mantega, que sorriu, na CPI, ao afirmar que concedeu empréstimos à Venezuela, classificando o país como de baixo risco, tal como seria a Suíça. “Dar uma risada dessas, falando sobre U$ 14 bilhões, o senhor está brincando com o povo brasileiro, nós estamos falando sério”, criticou a parlamentar. O vídeo viralizou nas redes sociais.

 

 

1 de junho

Iniciou uma missão para conhecer a realidade das crianças indígenas no Brasil. Visitou a aldeia dos Karajás, às margens do Rio Araguaia, no município de Aruanã (GO). Assim como toda criança, as indígenas precisam ter acesso a condições mínimas para uma crescimento saudável e protegido, o que é um direito garantido na Constituição.

 

 

 

7 de junho

Em evento inédito, cerca de 230 crianças abraçaram a deputada na rampa do Congresso Nacional. Com balões, coloriram o céu da Esplanada dos Ministérios, em um ato que simbolizou a infância no centro do poder, em Brasília.

 

 

 

 

1 de julho

Paula esteve com Geanluca Lorenzon, diretor federal de desburocratização, no Ministério da Economia, para explicar o que muda com a Medida Provisória da Liberdade Econômica. A proposta é incentivar o empreendedorismo, aquecer a economia e reduzir o desemprego no Brasil. O principal ponto para a deputada é melhorar o ambiente de negócios principalmente para pequenas e médias empresas. Entenda!

 

 

 

 

 

10 de julho

Reafirmando coerência com o discurso da campanha, se tornou membro da Comissão que vai analisar a PEC 45/19 instalada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia. A Reforma Tributária traz segurança jurídica, estimula a geração de empregos, mas deve, principalmente, fomentar o empreendedorismo no País.

 

 

 

11 de julho

Apresentou propostas de emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 que seguem as prioridades de mandato: educação, primeira infância, geração de empregos e fiscalização do dinheiro público. A LDO define metas e prioridades do orçamento para o ano seguinte, além de regras, limites e as principais ações de despesas e receitas dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Confira!

 

 

 

Tem muito mais! Acompanhe, fiscalize e participe do nosso mandato! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

O que deseja encontrar?