No Dia Mundial do Escoteiro, Paula Belmonte homenageia movimento do qual fez parte

No Dia Mundial do Escoteiro, Paula Belmonte homenageia movimento do qual fez parte

No Dia Mundial do Escoteiro, Paula Belmonte homenageia movimento do qual fez parte

Em homenagem ao Dia do Escoteiro, celebrado nesta terça (23), Paula agradeceu ao Movimento Escoteiro pelos valores aprendidos e aplicados até hoje

A deputada federal Paula Belmonte, que integrou o Grupo Escoteiro Marechal Rondon dos sete aos 18 anos, homenageou hoje o movimento na Câmara dos Deputados e lembrou que as lições aprendidas no escotismo inspiraram a carreira política. “Uma das minhas maiores motivações como parlamentar é o sentimento que trago dos meus tempos de escoteira: o desejo de servir, conforme aprendi como Pioneira, e fazer o melhor possível, lema de quando se é Lobinho”, contou.


A deputada participou da solenidade de Lançamento da Frente Parlamentar Mista de Apoio ao Escotismo no Brasil, proposta pelo deputado Major Vítor Hugo (PSL-GO), líder no governo na Câmara. Paula Belmonte defendeu o incentivo às políticas públicas e ações não governamentais que contribuam para o desenvolvimento de crianças e jovens, suas capacidades físicas, intelectuais e sociais.


“São princípios baseados no escotismo e contribuirão para a construção de uma sociedade formada por cidadãos mais confiantes e dispostos a contribuir para o bem comum”, explicou. O escotismo promove a conscientização sobre o meio ambiente e o respeito à natureza, os cuidados com a saúde, incentiva a prática de atividades físicas ao ar livre, que é acessível a todos, e o desenvolvimento intelectual.


O movimento também prepara crianças e jovens para atividades que vão da cozinha aos primeiros socorros. “Quando o jovem se prepara para situações diversas da vida, naturalmente aproveita melhor suas oportunidades na sociedade, estando “sempre alerta”, lema da etapa escoteiro, tendo mais consciência sobre a sua participação na sua comunidade, no seu local de trabalho e até na sua própria família”, afirma Paula. A deputada foi assídua no movimento da primeira à última fase e conta com orgulho a experiência de ter sido Lobinho, Escoteira e Pioneira.


Entenda o escotismo

O escotismo é o maior movimento organizado de educação não-formal, com um total de 28 milhões de filiados. É visto, também, como uma escola de cidadania. O movimento se divide em etapas baseadas em faixas etárias: Lobinho, para crianças de 6 a 10 anos de idade; Escoteiro, para meninos e meninas de 11 a 14 anos; Sênior, voltado para adolescentes de 15 a 17 anos; e o Pioneiro, composto por jovens de 18 a 21 anos.


Foi fundado na Inglaterra, em 1907, pelo tenente-general do Exército Britânico, Robert Baden-Powell, reunindo vinte jovens, de 12 a 16 anos de idade, em um acampamento no Canal da Mancha, no qual foram ensinadas técnicas como primeiros socorros, observação, segurança e orientação.


Para se tornar um escoteiro, o interessado ou o responsável, no caso de crianças e adolescentes, deve entrar em contato com a União dos Escoteiros do Brasil. No Distrito Federal: (61) 3039-3419 ou (61) 3039-3453 ou entrar no site: escoteirosdf.org.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que deseja encontrar?