Em live, gestão da pandemia no GDF é criticada

Em live, gestão da pandemia no GDF é criticada

Em live, gestão da pandemia no GDF é criticada

O Distrito Federal enfrenta dificuldades no controle da pandemia, a exemplo do que ocorre na vacinação e na testagem da população. As falhas são ocasionadas pela falta de planejamento. Essas foram as principais conclusões da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF), do deputado distrital Leandro Grass (Rede) e do presidente do Sindicato dos Médicos, Gutemberg Fialho.

Em live no Instagram na quarta-feira (14/4), os participantes criticaram as medidas do GDF para amenizar os efeitos da covid-19.

Para Paula Belmonte, a falta de planejamento tem se refletido nos hospitais. Além disso, a parlamentar lembra que existem denúncias sérias, como na Operação Falso Negativo. Esses seriam pontos onde faltam explicações por parte do GDF. “Precisamos fazer pressão por acesso à vacina, por atendimento adequado nos hospitais e transparência nos gastos públicos”, disse.

Por outro lado, a deputada elogia o esforço de quem trabalha nas unidades de saúde. “Estivemos em hospitais públicos e vimos uma situação de precariedade. Pacientes sem lençol, mas todos elogiando os profissionais de saúde. É muito bonito ver o compromisso desses homens e mulheres”, completou.

O deputado Leandro Grass falou sobre a falta de lógica na fila de imunização. “Quando todo mundo é prioridade ninguém é prioridade. Não faz sentido um médico veterinário passar à frente de um enfermeiro ou uma categoria que não está na linha frente passar à frente de um idoso”, criticou.

Apenas 57% dos profissionais de saúde do GDF receberam a primeira dose da vacina, sendo que desse número 27% completaram a imunização. De acordo com Gutemberg Fialho, são informações graves. “Estamos falando de servidores que estão há mais de 1 ano no enfrentamento ao covid-19, atendendo pacientes contaminados ou com suspeito, expostos a uma enorme carga viral”.

Investigação
Os três participantes lembraram os esforços para passar a limpo as políticas públicas do DF durante a pandemia. Um deles é a Comissão Especial da Covid-19, que se reúne todas as segundas-feiras às 14h via internet.

A Câmara Legislativa já teve dois pedidos de comissões parlamentares de inquérito barrados pelos distritais. Um deles investiga a pandemia como um todo, a partir da Operação Falso Negativo, e o outro requerimento pede apuração nas contas do Instituto de Gestão Estratégica da Saúde do Distrito Federal (IGESDF).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

O que deseja encontrar?