Instituto AMPB de Solidariedade atende 100 crianças e adolescentes do Sol Nascente

Instituto AMPB de Solidariedade atende 100 crianças e adolescentes do Sol Nascente

Instituto AMPB de Solidariedade atende 100 crianças e adolescentes do Sol Nascente

Idealizada pela deputada federal Paula Belmonte, instituição social distribuiu kits pedagógicos para reforçar o material escolar

 

A comunidade do Sol Nascente agora é atendida pelo Instituto Arthur Moreno Paro Belmonte (AMPB) de Solidariedade. O lançamento do projeto Conexão Social Arthur Belmonte foi realizado neste sábado, no Rancho do Sol. A base vai atender, neste primeiro momento, 100 crianças e adolescentes de organizações parceiras locais.

No lançamento, o instituto, idealizado pela deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF), entregou 100 kits pedagógicos a todos os participantes do projeto. “Acreditamos no poder transformador da educação para salvar vidas. A entrega desse kit vai reforçar o material escolar daqueles que mais precisam”, afirmou a parlamentar.

Cada kit tem livros pedagógicos e materiais para uso em sala de aula, como giz, canetinha, cola e estojo. Um novo material será destinado para cada participante a cada quinze dias.

Neste momento, o instituto é parceiro de cinco instituições: Associação Despertar Sabedoria, Instituto Solidário, Casa da Natureza, Instituto e Creche Pingo de Ouro e Grupo Espírita Fraternidade Irmã Celina.

A costureira Jacirene Pires da França e seu filho Davi França, de 11 anos, receberam pessoalmente o kit pedagógico durante o evento. “Eu quero parabenizar o AMPB. Recebemos esse material em uma boa hora porque minha situação financeira não está favorável. Estou muito feliz”, agradeceu Jacirene.

O AMPB já tem planos futuros: a oferta de contraturno para a comunidade do Sol Nascente. “Nosso próximo passo é implementar um projeto de contraturno com capacidade de atender 300 crianças e adolescentes. Vamos oferecer aulas esportivas, atividades de formação humana e alimentação”, informou o presidente do instituto, Guilherme Junger.

O instituto também desenvolve atividades sociais na Vila Planalto.

Homenagem

A ideia de iniciar a instituição veio antes da intenção de ingressar na política. A perda do filho Arthur, falecido em um acidente doméstico aos dois anos de idade, fez a família Belmonte repensar valores e objetivos. Desde então, Paula pensa em formas de ajudar as crianças, como forma de homenagem a Arthur.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

O que deseja encontrar?