Criminosos perigosos devem ficar a 30 km das cidades, segundo PL de Paula Belmonte

Criminosos perigosos devem ficar a 30 km das cidades, segundo PL de Paula Belmonte

Criminosos perigosos devem ficar a 30 km das cidades, segundo PL de Paula Belmonte

A distância mínima sugerida no Projeto de Lei preza pela segurança de comunidades vulneráveis e dificulta ações de fuga e rebeliões

Nos últimos meses, o Distrito Federal foi surpreendido com a notícia de que presos de alta periculosidade seriam encaminhados para a Papuda. A notícia estremeceu moradores das regiões próximas ao presídio. Para a deputada Paula Belmonte, uma decisão contestável em vista da realidade dos brasilienses, que já são prejudicados pela falta de investimento na segurança pública.

Por isso, o Projeto de Lei nº 4112/2019, apresentado pela parlamentar, veda a permanência de presos provisórios e condenados que estejam em regime fechado, sujeitos ao regime disciplinar diferenciado, em penitenciárias, presídios ou estabelecimentos similares próximos a perímetros urbanos.

“A distância mínima deverá ser de 30 quilômetros, pela segurança da população, prevista inclusive na Constituição Federal como um direito universal. O poder público deve garantir a cidadania e dar respostas positivas ao povo que se sente abandonado”, explica a deputada.

Segundo o texto do PL, a medida é necessária para reparar a incapacidade de governos anteriores em criar uma estrutura de governança com boas políticas. Fora a estatística da violência, que registra, em média, 60 mil homicídios por ano, a proximidade desses criminosos sugere a instalação de organizações criminosas na região, bem como fugas e rebeliões.

Paula Belmonte ressalta que, no DF, essas notícias já circulam e alimentam o medo na população. “Os locais são acessíveis, com entrada e saída facilitada para outros municípios. Precisamos evitar a permanência desses grupos e pessoas envolvidas. O Estado deve, sim, garantir a manutenção e a ordem pública da sociedade e do próprio patrimônio”, conclui a deputada federal.

Comments (3)

  1. Avatar
    MICHEL CAMPOS
    julho 25, 2019 at 18:15 pm

    QUANTO MAIS DISTANTES FICAREM, MELHOR.

    CONHEÇA A PROPOSTA DE INSTALACÃO DE BICICLETAS GERADORAS DE ELETRICIDADE, QUE PODEM SER UTILIZADAS NOS PRESÍDIOS PARA GERACAO DE ENERGIA PARA MANTER SEU CONSUMO É AINDA VENDER PARA O GRID.

    É uma forma de manter a saúde dos presidiários e colocá-los para produzir algo útil.

  2. Avatar
    MICHEL Fabianski Campos
    julho 25, 2019 at 18:29 pm

    Olá Paula Belmonte !!!

    SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA:

    Apoiamos a Reforma baseada no IMPOSTO ÚNICO sobre a Movimentação Financeira (PEC 474/01), de autoria de MARCOS CINTRA, atual Secretário da Receita Federal, da equipe de Paulo Guedes.

    Esse projeto cria o IUF – IMPOSTO ÚNICO FEDERAL, eliminando todos os demais impostos.

    Por conta da rastreabilidade dos fluxos financeiros, ele é o único capaz de eliminar a SONEGACAO desenfreada que, atualmente, drena 500 BILHÕES DE REAIS POR ANO, da Receita Federal.

    Com a SONEGAÇÃO evitada, em 10 anos pagaríamos TODA a nossa DÍVIDA PÚBLICA, atualmente, em torno de 5 TRILHÕES de Reais.

    A simplificação do infernal SISTEMA Tributário brasileiro seria radical !!!

    Isso evitará um gasto anual estimado das empresas brasileiros, de 50 BILHÕES de Reais gastos apenas com a BUROCRACIA TRIBUTÁRIA!!!

    Esse tema está dentre as suas prioridades, pois estimulará o livre empreendedorismo !!!

    Veja mais informações no Blog de Marcos Cintra: http://www.marcoscintra.org

  3. Avatar
    Laiz
    agosto 6, 2019 at 00:32 am

    Interessante este artigo que acabei de ler neste blog, gostei salvei até em meus favoritos no navegador.
    whatsapp do fique Alerta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

O que deseja encontrar?